Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens...[1 Coríntios 1:23]

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

O SORRISO DE JESUS...


Quem tem ouvidos de ouvir, ouça... Quem tem olhos de ver veja... E quem tiver com preguiça pode ler aqui...

Quantas vezes você já viu nosso Senhor sendo retratado sorridente e feliz ?
Não, responda ainda...
Agora...Quantas você já o viu retratado triste, ou mesmo chorando ?
Ok... Nem precisa responder, né ?

Meus amados... Posso afirmar a qualquer um de vocês que o Senhor dos Senhores, mais sorriu, do que chorou, que ele teve muito, mas muito mais momentos de extrema felicidade, que de profunda tristeza...
Até porque, até em sua tristeza, havia a felicidade de se fazer cumprir seus próprios planos, numa resignação que nunca poderemos experimentar...

Ele sabia e sabe, de verdades de felicidades que ainda nem sonhamos em conhece-las...
Ele sabia e sabe, que a morte não existe...
Ele sabia e sabe que pela sua presença e orientações somos salvos...
Ele sabia e sabe de coisa e sensações de ventura e glória que nós nâo podemos nem entender por não haverem parametros de comparações humanas...

Só Felicidades !!!! Por isso ele sempre sorria, brincava e estava sempre em festas, distribuindo seu sorriso santo a quem dele necessitasse...

Irmãos... "A Cruz está vazia !!!" e ele está conosco todos os dias ... Fiquemos felizes também...
Somos capazes de sorrir e nos alegrarmos com isso ? Nos alegremos junto com o senhor...
Mas nossa ignorancia insiste em faze-lo sempre triste e choroso, como um reflexo de nossas próprias meselas...
Portanto meus amados, vamos sorrir e ficarmos felizes, igual a Jesus e juntos com Jesus...
Pense nisso !!!!
Quem tem ouvidos de ouvir, ouça... Quem tem olhos de ver veja...

VÍDEO - JÁ CHEGOU O CARVAVAL !!!

video

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

TEMPLO DE SALOMÃO


Pensem que no decorrer dos tempos o Templo físico de Salomão foi destruído seguidas vezes em guerras de diversas naturezas.

Primeiro por Nabucodonosor da babilônia em 586 AC e em seguida após a sua reconstrução, pelo Império Romano sob o comando do Imperador Tito em 70 DC após o evento chamado a Grande Revolta Judaica capitaneada pelos chamados Zelotes, do partido de mesmo nome a qual pertenceu os apóstolos do Cristo Jesus, Judas Escariotes e Simão o Zelote.

Porém a sua mensagem de força e persistência além dos grilhões físicos permanece erguida por todos os recantos do planeta, muito além do muro das lamentações que é seu espolio. Seus simbolismos preservados por seus veneráveis membros de todas as religiões, eternos zeladores de seus mistérios e principalmente seus valores.

Guiados pelo grande arquiteto, busquemos qual Salomão e Hiran levar a todos nossos irmão os tesouros do templo e de suas relíquias sagradas encerradas na Arca da Aliança, assumindo-as como orientações divinas aos nossos valores mais íntimos, não apenas como religiosos freqüentadores das organizações humanas, mas sobretudo como homens de bem, crentes no poder, justiça, misericórdia e graça de um ser superior que a tudo arquiteta e constrói incessantemente por meio sua engenharia cósmico-espiritual.

Sobre esta pedra fundamental, que é a mensagem simbólica do Templo de Salomão, sejamos construtores valorosos que ergam colunas sólidas e vigas equilibradas sobre seus esquadros e prumos, que firmemente sustentem com segurança toda construção de uma sociedade justa e fraterna, sejamos trabalhadores cuidadosos na aplicação da argamassa e do emboço valendo-se de nossas colheres de pedreiros para fazer com que os desníveis sejam cada vez mais abrandados ao ponto de serem imperceptíveis, dando a toda construção uma aparência mais uniforme.

E por fim, que coloquemos no centro desta construção no lugar santo, chamado Santo dos Santos a Arca da aliança de nossos valores morais mais sublimes e equilibrados com as orientações do Grande Arquiteto.

VÍDEO - INERENTE À INERCIA

video

Jesus X Cristãos


Jesus X Cristãos


Outro dia li algo do tipo:

"Eu confio no Cristo dos Cristãos, mas não confio nos cristãos do Cristo"


Será que nós cristãos estamos realmente sendo cristãos de nosso Cristo Jesus ?

Será que passar na corrente dos 300 nos fará mais próximos de suas orientações ?

Ou então...

Será que assimilamos bem aquela frase na porta das igrejas, que já deu até nome a um programa de TV - " PARE DE SOFRER !"


Mas não foram seus apostolos mais diletos quem mais sofreram em seu nome ? Porque nós, infinitamente distantes de suas glorias e provações haveriamos de fugir a esta regra e porque não a esta honra de sofrer em seu nome...


Pensem na tristeza dos 12 ao saber do suicidio de Judas...

Ou o sofrimento de Estevão em ser apedrejado por pregar as verdades cristãs;

Ou mesmo Paulo por ser despresado por todos aqueles que antes o bajulavam;

Ou Pedro em ser crucificado de ponta cabeça;

Ou João, que não morreu de "Morte matada", mas teve que amargar seu últimos anos na Ilha de Pathmos, visualizando as terriveis imagens do final dos tempos...


Meus irmão, atentem para estes detalhes que saltam aos nosso olhos mas que teimamos em não enxerga-los...

Creiam que se hoje o mundo fosse o pátio do Templo, nossos lombos seriam cortados pelas chicotadas de um Senhor furioso por transformarmos sua casa em um grande centro de mercadores e vendilhões...


Quem tiver ouvidos de ouvir,ouça...

Quem tiver olhos de ver, veja...

A crônica dos sacos de lixo


A crônica dos sacos de lixo

Quando usamos sacos de lixo ?
Quando queremos juntar para decarte, tudo aquilo que não queremos ou que não deve estar junto de nós.
E ali estava eu mais uma vez entre pilhas de sacos plasticos de lixo, cheios de descartes.

O paradoxo era que se de um lado o caos, de outro a tranquilidade da mesa adornada de lírios artificiais que tem por melhor função se manterem sempre vivos mesmo que em sua eterna morte, "Manter-se vivo na sua etena morte..."
Esta mesma mesa com lírios devota-se semanalmente a dedicar alguns minutos a paz e tudo de melhor que nosso maior professos nos ensinou e seu livro que nem foi escrito por ele...
Muitos paradoxos e os sacos de lixo, lá...
Vivos e mortos...
Amores e Odios...
Convites e expulsões...
Caos e serenidade...
Gritarias ensudeceroras e Silencios de abrir os ouvidos, paradoxos compostos...

E nos sacos de vão, compras, histórias, risos e lagrimas.
E nos sacos de vão sapatos misturados com cuecas e aquela tão sonhada filmadora digital que nem deu tempo de mostrar...
O que destoa dos sacos de lixo é a bolsa de viagem que para quebrar o paradigma de paradoxos, parte cheias de viagem em forma da som, luz e imagem... Parte com Lulus, Montenegros, Toques nos Altares e Aznavoures, deixando para tras o som, a imagem e o arrebatador sorriso tímido de Manillon que agora passa a ser mais de quem antes não o conhecia...
Mas um a um, os casos de lixo azul vão sumindo... As vezes um pensamento de "fica" vem e vai, se intercalando com outro de "vãmborandá" mas mesmo assim os sacos teimam em ir sumindo, dando uma maior unidade com o ambiente da mesa dos lírios...
De oito, para seis, de seis para quatro, de quatro para dois, e de dois para uma saudade.

Mas para que servem os sacos de lixo ?
Para quando queremos juntar para decarte, tudo aquilo que não queremos ou que não deve estar junto de nós.
Ou como está na moda até para o lixo...
Para quando queremos juntar todo o lixo e recicla-lo, transformando-o em outra coisas que nos dá prazer e que poderemos ainda usar por muito tempo, até que se vá em outros sacos de lixo...


Cesar Paiva :.